terça-feira, 21 de outubro de 2014

O tempo

O tempo morre-nos num braço... E as memórias?

Sem comentários:

Enviar um comentário